Prison Break: evidências sobre 'Poseidon'

Prison Break: evidências sobre 'Poseidon'

Desde que Michael Scofield ressurgiu na nova temporada de "Prison Break", muitas perguntas pairam sobre as cabeças dos fãs. Mais importante ainda que a questão "Como ele está vivo?", é "Por qual

Leia tudo

Desde que Michael Scofield ressurgiu na nova temporada de "Prison Break", muitas perguntas pairam sobre as cabeças dos fãs. Mais importante ainda que a questão "Como ele está vivo?", é "Por qual razão ele está vivo?, "Em que exatamente ele se envolveu?".

Ao que tudo indica, Michael Scofield teve sua morte forjada em troca da proteção de Lincoln Burrows (Dominic Purcell) e total isenção e liberdade de sua amada, Sara Tancredi (Sarah Wayne Callies), bem como o filho que tiveram juntos.

Mas quem estaria tão interessando em Michael? A CIA!

É muito possível que o responsável por recrutá-lo tenha sido Paul Kellerman (Paul Adelstein), para servir de agente duplo e, com seu altíssimo Q.I, arquitetar fugas para detentos de alta periculosidade de determinadas prisões ao redor do mundo, como Abu Ramal, no Iêmen.

Para que Michael conseguisse ser preso em penitenciárias como Ogygia - que é exclusiva para terroristas, bandidos extremamente perigosos e determinados políticos - ele precisou assumir a identidade de Kaniel Outis, que possuía uma ficha com inúmeros crimes como terrorista.

Provavelmente com crise de consciência, Michael Scofield, que sempre foi o herói, não queria dar prosseguimento em seu trabalho e acabou indo parar na solitária de Ogygia. O que ele não esperava é que teria que passar quatro anos por lá, perdendo, assim, o controle de diversos eventos, como o noivado e posterior casamento de Sara.

Sara casou-se, então, com Jacob (Mark Feurestein), que trabalha para uma organização comandada por Poseidon - muitos acreditam que o atual marido de Sara seja o próprio Poseidon, no entanto, pode trata-se de algo maior.

Ao saberem que Michael estava na solitária e não escaparia tão cedo, Jacob foi enviado para infiltrar-se na vida de Sara e mantê-la por perto, assim, certamente Scofield daria continuidade ao seu trabalho, para protegê-la.

Os agentes que estão atrás de Sara desde o primeiro episódio, quando foi descoberto que Michael está vivo, trabalham para o Poseidon, que deu ordem expressa para que Sara não seja machucada. Além disso, eles invadiram a casa da médica no primeiro episódio, e atiraram na perna de Jacob, somente para manter o perfeito disfarce.

No segundo episódio, Jacob fez uma série de insinuações sobre Michael ser uma manipulador, viciado na vida de crimes. E no terceiro episódio, Sara deixou seu celular uma loja para descobrir quem hackeou seu aparelho, e, mais tarde, em uma conversa com seu marido, ele sabia exatamente onde estava seu celular, mesmo que ela nunca tenha dito o local onde havia deixado o aparelho.

Fatos que reforçam a ligação de Jacob com a atual situação de Scofield.